quinta-feira, 22 de fevereiro de 2007

Lego

Pra que já gostou, ou ainda gosta, de montar um Lego, deveria ver os últimos lançamentos, especialmente na série de Star Wars. São kits gigantes!

Mas o que descobri recentemente é que você pode baixar as instruções de vários kits, no site oficial:

http://www.lego.com/eng/buildinginstructions/

Pra vocês sentirem o nível, procurem baixar as instruções do kit #10030, Imperial Star Destroyer. São mais de 3000 peças!

Marcadores: ,

Teoria dos Jogos

Apesar de não me considerar viciado em videogames, alguns jogos mereceram minha atenção ao longo dos anos. A maioria é basicamente de plataforma PC, com poucas exceções:
  • Série MechWarrior: simulador de mecha (robôs gigantes), no qual antes de se engajar você pode construir seu robô a partir de alguns chassis básicos. A primeira versão é bem arcaica, do tempo do CGA/ EGA, mas aparentemenre era o mais role-playing de todos. A versão 2 foi um clássico pré-windows 95, e as versões 3 e 4 já aproveitam a aceleração das placas de vídeo. Houveram algumas expansões, como o mercenaries, mas atualmente não se escuta muito deste jogo.
  • MechCommander 2: Versão do MechWarrior em modo tático. Aqui comanda-se um grupo de mechas em algumas missões. Pode-se customizar os robôs, mas em menos profundidade que o MechWarrior.
  • Civilization: Clássico jogo de estratégia, aonde você vai construindo sua civilização desde do bando de macacos na caverna até armamentos nucleares. A versões originais do jogo (1, 2) chegavam a época moderna, sem qualquer futurismos. As versões "Call to Power" eram mas viajantes, com níveis tecnológicos mirabolantes, e unidades de combate "sujo", tais como advogados e teleevangelistas (?!) que constavam só para bagunçar o jogo. A versão oficial 3 entra em um nível de complexidade e dificuldade bem altos, para bater de frente com os viciados no jogo. O interessante desta última versão é se atrever em usar um esquema de religiões, baseados nas existentes, mas os desenvolvedores foram bem ponderados.
  • Star Wars Battlefront: um jogo de tiroteio do esquema de Counterstrike mas no tema Star Wars. A primeira versão permite somente jogar com soldados rasos, mas a versão 2 implementa os principais heróis e vilões, além de combate aeroespacial, lembrando o X Wing vs TIE Fighter. Esta última versão contempla todos os episódios da saga, de I a VI. A fase "Mos Eisley" é um vale-tudo entre vilões e heróis, muito divertida.
  • Bushido Blade: A exceção à regra, um jogo de Playstation 1 no melhor estilo kendo/ kenjutsu. A diferença dos outros jogos de luta é que este não tem barra de vida: tomou espada na cabeça, morre na hora. Quer algo mais realista que isto?

Marcadores: , , , , , , ,

domingo, 18 de fevereiro de 2007

Vista-se? Pois continuarei nu

Para este novo Windows, não espere que irei fazer um upgrade tão cedo. De fato, o meu desktop do Windows XP está com a cara do Windows 2000, completamente pelado de efeitos firulentos.

Marcadores: